A importância do Big Data na estratégia de marketing digital

Marketing Digital

Provavelmente você está ouvindo muito falar sobre Big Data, já que o termo está sendo muito comentado, principalmente nas rodas de profissionais de marketing.

Neste artigo, você entenderá o seu conceito, como ele é utilizado na estratégia de marketing e ainda conhecerá duas dicas essenciais para uma boa estratégia que interligue o Big Data e o marketing. Continue a leitura e confira!

O que é Big Data?

Big Data é a reunião de uma gigantesca quantidade de informações em um banco de dados de servidores e empresas no geral. Esses dados são interligados entre si e podem ser consultados a qualquer momento. Essas informações se sustentam em três bases, e são elas:

  • volume: esse pilar indica a grande quantidade de dados do Big Data;

  • velocidade: aponta a quantidade de novas informações geradas na Internet aceleradamente;

  • variedade: baseada na diversidade de canais que geram essas informações, desde blogs até redes sociais, por exemplo;

  • variabilidade: de acordo com o Dicio, o termo é resumidamente “o ato de variar”. Na prática, pense se o Facebook coletará dados da mesma forma que o Pinterest. Não, certo? Essa é a prática do terceiro “v” do Big Data;

  • vínculo: com um volume gigantesco, é necessário, para não perder o controle, interligar esses dados entre si.

Um exemplo de Big Data é a Wikipedia. A enciclopédia on-line disponibiliza, aos usuários, a consulta a um gigantesco banco de dados.

Um outro exemplo muito interessante é a Netflix. O principal canal de streaming do mundo organiza indicações para seus usuários de acordo com o banco de dados que a rede coleta a partir das preferências de seus consumidores. É por isso que, quando você abre a homepage da Netflix, a sensação é de estar em uma bolha difícil de sair porque todos os filmes e séries parecem ter o mesmo estilo.

Porém, o Big Data é ainda mais amplo para alguns CEOs e CMOs. Uma boa quantidade de profissionais indica que o Big Data representa informações que podem ser coletadas a qualquer momento pelas empresas. Ou seja, a sua companhia pode começar a coletar dados e usá-los para suas próprias estratégias, até mesmo, para as comerciais.

Como funciona o Big Data na estratégia de marketing?

O marketing ideal é aquele que contacta seu prospect no momento certo e com o discurso ideal. Para otimizar esse processo, o Big Data vem como uma solução. Afinal, imagine oferecer coisas relacionadas ao que o seu prospect está consumindo recentemente! Ou melhor: imagine trabalhar da mesma forma como a Netflix trabalha! O resultado é fantástico!

Por isso, os principais profissionais de marketing utilizam dados para elaborar e executar suas estratégias. Mas é preciso entender como funciona essa relação de amor entre marketing e Big Data. Por isso, reunimos duas dicas essenciais para você fazer esse casamento acontecer. Acompanhe!

Estude o comportamento de seus prospects

Com o Big Data, é possível acompanhar e analisar o comportamento de seus potenciais consumidores. A partir daí, você será capaz de se aprofundar sobre os costumes e interesses das personas e criar materiais focados em seu prospect. Na prática, esse estudo pode ser realizado a partir do download de materiais específicos, do percurso de páginas que um lead realiza dentro do seu site, entre outros.

Segmente os leads

A segmentação é um dos pilares de sucesso do marketing e, quanto mais informações você tem sobre suas personas, uma melhor segmentação você conseguirá realizar, solucionando em cheio os problemas do seu público.

Gostou do nosso conteúdo sobre a importância do Big Data na estratégia de marketing digital? Agora que você já sabe como é importante interligar suas estratégias de marketing com um rico banco de dados, que tal entrar em contato conosco para conversarmos mais sobre o assunto? Acreditamos que uma agência de marketing digital poderá ajudar você nesse desafio!

Menu