4 Dicas para você aproveitar o Dia do Consumidor na internet

E-Commerce

15 de março é considerado o Dia do Consumidor, que já chega na sua quarta edição promovida pelo site comparador de preços de produtos Buscapé. Com isso, muitas empresas prometem ofertas com preços e condições especiais para atrair clientes em suas lojas virtuais durante a semana inteira. Mas, para tirar o maior proveito, é necessário tomar cuidado com alguns aspectos sem cair nas “pegadinhas” ou comprometer sua segurança online.

Aqui vão algumas dicas para você tirar maior proveito e com tranquilidade:

1. Procure saber como estava o preço do produto no passado

“Promoção pela metade do dobro” – conhece essa frase? Procure ficar atento com ofertas de produtos que tiveram seu preço elevado propositalmente e “despencaram” na data de hoje. Buscadores como o Buscapé registram um histórico de preços do produto que você procura com diferentes períodos, além de mostrar o maior e menor valor. Com isso, você pode validar se a variação do preço é aceitável.

2. Desconto à vista, mas parcelado não

Muitas vezes, as ofertas feitas são válidas apenas para pagamentos à vista, e as lojas virtuais não costumam deixar isso claro para o consumidor. Os mais desatentos vão perceber somente depois que a compra foi feita e não recebeu o devido desconto por ter optado pelo pagamento parcelado.

3. Segurança em primeiro lugar

Foi-se o tempo em que havia uma grande desconfiança por comprar algo pela internet, mas se não tomarmos os devidos cuidados, estaremos correndo um sério risco de perder nossa privacidade e comprometer a segurança. Antes de sair às pressas tentando aproveitar uma oferta, verifique se a sua navegação usa o protocolo HTTPS. Na maioria dos navegadores, quando a navegação é segura, aparece um pequeno cadeado ao lado da URL do site acompanhado do prefixo https://. Muitas lojas virtuais também frisam que o site é seguro no rodapé das páginas. Mas caso você não se sinta seguro, é melhor não arriscar, não é?!

4. Sites de Marketplace

Os grandes e-commerces já estão trabalhando dessa forma – empresas criam suas “lojas virtuais” e o usuário tem acesso a várias ofertas do mesmo produto, sendo cada um de uma empresa diferente. Amazon, Submarino e Wal-Mart são e-commerces que já possuem o modelo de MarketPlace que muitas vezes possuem ofertas bem mais vantajosas do que a do próprio site, então vale pesquisar bastante e ficar de olho nas diferentes ofertas.

Fique de olho, a ideia é aproveitar ao máximo, mas sem aborrecimentos. O consumidor merece sempre a melhor experiência para que ele tenha uma referência de onde comprar seus produtos com as melhores condições de forma segura. Se você quer construir uma loja virtual para a sua empresa ou reformular a sua loja atual para atrair mais clientes e aumentar suas vendas, entre em contato conosco para conhecer nosso serviço de desenvolvimento de lojas virtuais.

[mailerlite_form form_id=1]
Menu